13 de julho de 2008

Você sabe - Deivid Borba

Teve momentos que pensei
Em desistir nem sei por que
Achei dificil te querer
Mas te queria sem saber
Enquanto o tempo me enganava
Eu pensei te enganar
Disse palavra por palavra
Por não saber o que falar

Já escrevi tantas mentiras só pra rimar
Mas pra dizer que te amo não preciso de rimas
Na verdade não preciso nem falar...
Você sabe, você sabe

Teve dias que passaram
E outros que nem vi passar
Mas toda hora está mais perto
Da hora de deixar
De acreditar que era mentira
Que foi um sonho que sonhei
E fazer dessa a verdade
O sonho que falei

Já escrevi tantas mentiras só pra rimar
Mas pra dizer que te amo não preciso de rimas
Na verdade não preciso nem falar...
Você sabe, você sabe

Todos os versos são sinceros
Da forma que devem ser
Nem sempre dizem tudo aquilo
Que eu queria te dizer
Mas não espero que me entenda
Ninguem pode me entender
Apenas abra os braços
Pra que eu possa te encontrar
E faça de mim o que eu faço
Um pedaço pra te completar

Você sabe... tudo aquilo que eu queria te dizer
Você sabe... você é tudo o que eu quero ter
Você sabe...

Nenhum comentário: