30 de julho de 2011


Ame por empréstimo. Ame devendo. Ame falindo.


Mas não crie arrependimentos por aquilo que não foi feito.
Sejamos mais reais em nossas dores.
Dê chance para a imperfeição. Insista.
Insisto.


Carpinejar


"Que a vida ensine que tão
ou mais difícil do que ter razão, é saber tê-la.
Que o abraço abrace.
Que o perdão perdoe.
Que tudo vire verbo e verbe.
Verde. Como a esperança.
Pois, do jeito que o mundo vai,
dá vontade de apagar e começar tudo de novo..."


A alma dos diferentes é feita de uma luz além. Sua estrela tem moradas

deslumbrantes que eles guardam para os pouco capazes de os sentir e

entender. E....nessas moradas estão tesouros da ternura humana. De

que só os diferentes são CAPAZES.


" Deus nos dá pessoas e coisas,
para aprendermos a alegria...
Depois, retoma coisas e pessoas
para ver se já somos capazes da alegria

sozinhos...
Essa ... a alegria que ele quer ."

João Guimarães Rosa




Se o amor existe, seu conteúdo já é manifesto. Não se preocupe mais com ele e suas definições.
Cuide agora da forma. Cuide da fala. Cuide do cuidado. Cuide do carinho.
CUIDE DE VOCÊ. Ame-se o suficiente para ser capaz de gostar do amor e só assim poder começar a tentar fazer o outro feliz.(ou melhor, permita-lhe ser feliz com vc...)


O amor é filme,

eu sei pelo cheiro de menta e pipoca que dá quando a gente ama,

eu sei porque eu sei como a cor da manhã fica,

da felicidade, da dúvida, dor de barriga,

é drama, aventura, mentira, comédia romântica.

Cordel do fogo encantado



Abrir caixas, cestas e pacotes aos poucos é mergulhar na fantasia...

A vida e o futuro são essas caixas que vamos abrindo a cada dia, sem saber o que há lá dentro, sorriso ou frustração



Afinidade é retomar a relação no ponto em que parou sem lamentar o tempo de separação. Porque tempo e separação nunca existiram. Foram apenas oportunidades dadas (tiradas) pela vida.

Soneto do AMIGO



Soneto do amigo

Enfim, depois de tanto erro passado
Tantas retaliações, tanto perigo
Eis que ressurge noutro o velho amigo
Nunca perdido, sempre reencontrado.

É bom sentá-lo novamente ao lado
Com olhos que contêm o olhar antigo
Sempre comigo um pouco atribulado
E como sempre singular comigo.

Um bicho igual a mim, simples e humano
Sabendo se mover e comover
E a disfarçar com o meu próprio engano.

O amigo: um ser que a vida não explica
Que só se vai ao ver outro nascer
E o espelho de minha alma multiplica...

Vinicius de Moraes

Não se entregue.

Desistir antes da hora, deixar de dar a sua contribuição,
fugir de compromissos é perder a oportunidade de treinar
a sua capacidade e de engrandecer-se.

Se você não exercita o que é e o que tem, como vencer na
vida?

Ponha em ação o seu vigor e inteligência, mesmo que tudo
se afigure enrolado e sem solução. Ajunte as energias,
os pensamentos dinâmicos, a vontade de chegar a bom termo
e mãos à obra.

Forças usadas são forças renovadas. Sabendo que pode,
você tem mais paz.

Deus aumenta em você as forças que você usa.

18 de julho de 2011


Há multidões que, na teoria, reconhecem todas as reivindicações de Deus, mas que, na prática, as negam, ou esquivam-se delas através de uma religiosidade meramente externa. Não querem ser honestas, porém vão à igreja; não querem ser purificadas do pecado, mas querem ser batizadas; o viver uma vida piedosa não lhes interessa, mas querem participar da Ceia do Senhor; não querem crer em Jesus, e não querem se entregar ao amor de Deus, mas não se opõem nenhum pouco a juntar-se a uma procissão ou a fazer uma romaria - assim dando a Deus dobrões de latão em vez de dobrões de ouro, aparências externas ao invés de verdadeira obediência. O homem recusa-se a dar ao seu Criador o amor de seu coração e a fé de seu espírito, e enquanto ele fizer isso, todas as suas ofertas serão vãs. Spurgeon


O quebrantamento santo que faz um homem lamentar o seu pecado surge de uma operação divina. O homem caído não pode renovar seu próprio coração. O diamante pode mudar seu próprio estado para tornar-se maleável, ou o granito amolecer a si mesmo, transformando-se em argila? Somente aquele que estendeu os céus e lançou os fundamentos da terra pode formar e reformar o espírito do homem. O poder de fazer que da rocha de nossa natureza fluam rios de arrependimento não está na própria rocha. O poder jaz no onipotente Espírito de Deus... Quando Deus lida com a mente do homem, por meio de suas operações secretas e misteriosas, Ele a enche com uma nova vida, percepção e emoção. “Deus... me fez desmaiar o coração” (Jó 23.16), disse Jó. E, no melhor sentido, isso é verdade. O Espírito Santo nos torna maleáveis e nos tornamos receptíveis às suas impressões sagradas...

fonte:http://www.charleshaddonspurgeon.com/2010/07/o-verdadeiro-arrependimento-c-h.html


" Ciúmes mal fundados e mal pedidos mais parecem buscados que temidos.”

Loucura



“Os desatinos da juventude são conspirações contra a velhice; pagam-se caro, ao anoitecer, as loucuras da manhã.” (Francis Bacon)


“O louco quando dá conta de seu desequilíbrio, fica absolutamente bom.”


“Loucura é hereditária, a gente herda dos filhos.” (Léa Waider)


“As loucuras alheias jamais nos ensinam a ser sensatos.” (Napoleão Bonaparte)


“Essa falsa humildade é comodismo: assim, tão “humildezinho”, vais abandonando direitos…que são deveres.” (Josemaría Escrivá)

12 de julho de 2011

Machado de Assis


"- Lembrou-me vestir a farda de alferes. Vesti-a, aprontei-me de todo; e, como estava defronte do espelho, levantei os olhos, e...não lhes digo nada; o vidro reproduziu então a figura integral; nenhuma linha de menos, nenhum contorno diverso; era eu mesmo, o alferes, que achava, enfim, a alma exterior."



"Olhava para o espelho, ia de um lado para outro, recuava, gesticulava, sorria e o vidro exprimia tudo. Não era mais um autômato, era um ente animado. Daí em diante, fui outro. Cada dia, a uma certa hora, vestia-me de alferes, e sentava-me diante do espelho, lendo, olhando, meditando..."

fragmentos do conto "O Espelho" Machado de Assis




Somente o necessário!


Embora as pessoas reclamem com imensa frequência daquilo que não possuem, existe outra questão que merece toda a nossa atenção: aquilo que possuímos em excesso.

Aliás, os excessos costumam ser mais prejudiciais que as faltas, mas demoram mais para serem percebidos. As faltas nós notamos imediatamente, os excessos só quando despertam a nossa consciência.

Comemos em excesso (observe você mesmo), trabalhamos em excesso (anda cansado, não é?), guardamos coisas em excesso (dê uma olhada em suas gavetas), nos importamos em excesso com a opinião dos outros... Há um excesso de preocupações e acúmulo de “gorduras” em diversas áreas de nossas vidas.

Em geral, possuímos mais do que necessitamos para ser feliz, mas continuamos insistindo na desculpa de que não somos felizes porque nos falta alguma coisa. E de fato falta: falta assumirmos um estilo de vida mais franco, sincero e liberto.

Tudo o que temos em excesso demanda tempo e energia para ser administrado. Roupas demais, CDs demais, bagunça demais, lembranças demais (fique com as que valem a pena, pelo aprendizado ou felicidade que trouxeram), compromissos demais, pressa demais.


Todos nos beneficiaremos com a prática de determinado nível de minimalismo (sem excessos, porque isso também pode ser demais). Podemos reinventar nossa maneira de viver para viver com o necessário. Não precisa ser o mínimo necessário, pode haver algumas sobras, mas sem os exageros de costume.


Viver melhor com menos. Isso traz uma sensação de leveza e felicidade tão maravilhosa que todos devemos, ao menos, experimentar. Na melhor das hipóteses, aprendemos e adotamos um novo estilo de vida.


Quem está em processo de mudança, reconhece rápido o quanto acumulou de coisas em excesso, e aprende que pode viver tão bem, ou melhor, com muito menos!


Se vamos acampar, somos felizes apenas com uma mochila...


Liberte-se dos excessos de todo o tipo: excesso de informação (aliás, muita coisa é só ruído, nem mereceria sua atenção); excesso de produtos e serviços (consumismo é uma válvula de escape para não olharmos para nossa própria existência e para o vazio que buscamos inutilmente preencher com compras); excesso de relacionamentos (nem todos valem a pena, não é verdade?). Viva mais com menos, experimente algum nível de minimalismo. Permita-se sentir-se livre dos acúmulos e excessos.


Nada é mais gratificante que a liberdade, a sensação de que você se basta sem precisar de um arsenal de coisas, sons e cores a seu redor. Dedique-se a experimentar essa libertadora sensação. Quem sabe viver com pouco, sempre saberá viver em quaisquer situações, mas aqueles que só sabem viver com muito, nas mínimas provações e ausências sofrem e se desesperam. Esses últimos se confundiram com seus excessos... e na falta deles, não se reconhecem.


Nunca sabemos se viveremos com o que temos, com mais ou menos no dia de amanhã, mas se aprendermos a viver com o que é essencial, viveremos sempre bem.


Todo excesso é energia acumulada em local inapropriado, estagnando o fluxo da vida. Excesso de excessos corresponde à falta de si mesmo. E se o que te falta é você, nada poderá preencher esse vazio...
por Carlos Hilsdorf


Eu discordo!!! Cristo pode preencher TODO E QUALQUER vazio!!!


JAMAIS SÓ!!


Mesmo que as pessoas se voltem contra nós, os amigos nos abandonem ou as circunstâncias nos separem daqueles que nos amam, jamais estamos sós. Deus disse: “…De maneira alguma te deixarei, nunca jamais te abandonarei” (Hebreus 13:5). Isso não é apenas uma boa música ou versos inteligentes falando de sentimentos vazios. É a promessa do próprio Deus àqueles que são alvos de Seu amor. Ele está ali — e não partirá.

Com Cristo, jamais estaremos sós.


" Não é a lei, mas a bondade de Deus que atrai homens e mulheres ao arrependimento."

PACIÊNCIA PARA SEMPRE!


"Aguardo o SENHOR, a minha alma o aguarda, eu espero na sua palavra." Salmos 130.5

Crianças são imediatistas: “Mas eu quero a sobremesa agora!” “A gente já chegou?” “Já podemos abrir os presentes?” Em contraste, conforme envelhecemos, aprendemos a esperar. Estudantes de medicina esperam enquanto fazem suas residências médicas. Os pais aguardam com a esperança de que o filho pródigo retornará. Esperamos por aquilo que merece ser esperado, e no processo aprendemos sobre a paciência.

Deus, que é atemporal, requer de nós uma fé madura que saiba lidar com atrasos que aparentam ser provações. A paciência é um sinal dessa maturidade, uma qualidade que só pode ser desenvolvida com o passar do tempo.

Muitas orações na Bíblia resultam de uma espera. Jacó esperou sete anos por uma esposa e depois trabalhou mais sete por ter sido enganado por seu sogro (Gênesis 29:15-20). Os israelitas esperaram quatro séculos por libertação; Moisés esperou quatro décadas pelo chamado para guiar o povo e mais quatro décadas por uma Terra Prometida na qual não entraria.

“A minha alma anseia pelo Senhor mais do que os guardas pelo romper da manhã…” escreveu o salmista (Salmo 130:6). O que me vem à mente é a figura de um guarda contando os minutos para que seu turno chegue ao fim.

Oro por paciência para suportar momentos de provações, para permanecer com expectativa, esperança e fé. Eu oro pedindo paciência para ser paciente.


Philip Yancey

6 de julho de 2011


Decidi ficar com você.....

Você está devagar e com medo.
Alguém segura na sua mão e diz:
"Não se preocupe estarei ao seu lado.
E você fala: "Mas voce não tem que ir? "E ouve:
"Tenho que ir,mas decidi ficar com você.
"Essa pessoa aceitou sua lentidão e não dispensou você.

(Pe.Fábio de Melo)