ABRAÇO

Dá-me um abraço com a força com que gostas de mim. Sabes o que é um abraço? De que é feito? Sabes o que estou a pedir? Dá-me um abraço que me faça sentir que gostas de mim. Assim, sem pensares nas consequências, porque a única consequência de um abraço é o calor de dois corpos que se tocam e a força dos braços que seguram. Dá-me um abraço, não porque te peço mas porque gostas de mim. Um abraço apenas, da forma que entenderes, às horas que quiseres. Só um abraço, com a força que souberes e que me faça saber que gostas de mim. Prometo guardar debaixo da pele as marcas dos teus braços para me lembrar sempre que, longe, ainda gostas de mim.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Que eu possa...