25 de julho de 2008

O Triste fim de um Homem



Quando pequeno, dava valor as coisas morais e simples que os pais tanto lhe ensinavam. Então daquele simples menino se fez um homem de valor, assuntava sempre as moralidades humildes e dava muito carinho a sua mãe, cuidava muito bem de suas irmãs, e respeitava de forma amorosa seu querido pai.

Quando menos esperava, refletiu nele um encantamento do qual nunca tinha sentido. Pensou ser uma amizade de grande valor como o carinho que sentia por sua família, então auto se ofereceu e conheceu a misteriosa e futura amiga.
As vontades apenas cresciam de conversar e falar com essa bela amiga que tanto assunto lhe interessava a descobrir. Percebeu que era diferente do amor que sentia pela família, que tanto lhe amava. Ele começou a ficar preocupado, pois a vontade era tanta de ver e conversar com ela, e sempre ficava a pensar como ela estava, se estava sentindo feliz, se estava bem.

O respeito aumentava mais, sua saudade era cada vez mais intensa, foi quando o primeiro beijo aconteceu, no exato instante, sentiu certeza do que ele tanto temia. Aquilo se chamava amor e era com ela que ele queria ter seus filhos.
Começou a namorar, aquele amor profundo era o mais belo exemplo para suas famílias.
Em um dia comum como os outros, foi visitar sua adorada paixão. A garota chorava intensamente dizendo que tinha retornado de um consultório médico, queria terminar tudo por que ela não viveria muito tempo. Tinha um problema agravado no coração, que já não teria mais cura.

Então o jovem ficou atormentado, mas não terminou com sua amada. Era alem da vida física o que ele sentia. Maior do que todas as riquezas que poderia conquistar. Sentia mais valor a vida dela do que a sua. Voltou para casa, muito triste, mas com esperança imensa de ter cura o que sua namorada estava sentia. Então tentou dormir para afagar um pouco seu presente tão doloroso.
Na madrugada daquela noite seu telefone tocou, quando a noticia trágica recebeu. Sua namorada tinha tido alterações e acabou indo pro coma. Aflito angustiado e com muito medo de perder sua amada, argumentou com o medico, que abraçou o caso. O que necessariamente precisava para sua namorada viver, o médico disse que se não acontecesse um milagre, ela não iria escapar, precisava de um coração compatível ao dela, para imediatamente fazer um transplante...

O caro jovem tinha certeza que seu coração era como o dela, pois ele a amava de forma inenarrável, então pensou e se ausentou do hospital. Sumiu durante 4 horas seguidas, seu pai o procurava, pois sua namorada tinha recebido um doador compatível, e já estava sendo operada. Mas ninguém o encontrava, sua namorada saiu do coma, e a vontade de vê-lo era muito grande.

Foi quando seu pai recebeu a trágica noticia que o coração que tinha sido doado para sua nora, era o coração do seu filho, o jovem de tanto amor se matou, e pediu que o retirasse seu coração, pois ele tinha a certeza que ele seria compatível a de sua amada. A imagem cada vez mais distante, mas a pulsação cada vez mais intensa no coração de sua amada e eterna namorada.
Alguns preferem viver com saudade, outros preferem as lembranças, o jovem preferiu morrer, porque sabia que não resistiria ver, a pessoa que ele mais amava morta...

Nenhum comentário: