18 de agosto de 2008



ele diz que sou flor
e de repente me toca
me abre e respira
me chama pra vida
pétala por pétala
no chão despida



(Cáh Morandi)

Nenhum comentário: