22 de janeiro de 2009



Se o amor pudesse de repente compreender,

toda loucura que o amor pode conter,

se pudesse num momento de razão
saber ao menos o quanto dói uma paixão,

quem sabe o amor ao descobrir a dor de amar partisse
embora pra nunca mais voltar,

mas me parece que uma prece ia nascer na voz de quem o amor mais fez sofrer,
a lhe dizer que vale mais morrer de dor
do que viver num paraiso sem amor.

Nenhum comentário: