11 de março de 2009

MÁQUINAS VOADORAS





O artista James Taylor explodiu no cenário musical, no início dos anos 70, com a canção "Fogo e Chuva." Nesta canção, ele descrevia as decepções da vida como "doces sonhos e máquinas voadoras em pedaços caídos ao chão." Era uma referência à banda original de Taylor --Máquina Voadora-- cuja tentativa de entrar no mercado fonográfico falhou tremendamente. Ele questionou se os seus sonhos de carreira musical algum dia se tornariam reais. As expectativas despedaçadas tinham pago o seu preço, deixando Taylor sentir-se perdido e sem esperança.

O salmista Davi também experimentou desespero sem igual, ao lutar com seus próprios fracassos, com os ataques de outros e as decepções da vida. No Salmo 6:6 ele disse: "Estou cansado de tanto gemer; todas as noites faço nadar o meu leito, de minhas lágrimas o alago." A profundidade de sua tristeza e das perdas o levaram ao desgosto; mas naquele sofrimento, ele se voltou para o Deus de todo o conforto. As suas próprias "máquinas voadoras" quebradas e despedaçadas deram lugar à certeza do cuidado de Deus, levando-o a dizer: "o Senhor ouviu a minha súplica; o Senhor acolhe a minha oração" (v.9).

Em nossas decepções também podemos encontrar conforto em Deus, que cuida dos nossos corações quebrantados. --


WEC


O SUSSURRO DO CONFORTO DE DEUS
AQUIETA O RUÍDO DAS NOSSAS PROVAÇÕES.

2 comentários:

Marcelão disse...

I've seen fire and I've seen rain
I've seen sunny days that I thought would never end
I've seen lonely times when I could not find a friend
But I always thought that I'd see you again

Adna disse...

bellas palabras, que es el autor?