26 de junho de 2009


Ilusão

Quem conhece a sua ignorância
revela a mais alta sapiência.
Quem ignora sua própria ignorância
Vive na mais profunda solidão.
Não sucumbe à ilusão
Quem conhece a ilusão como ilusão.
O sábio conhece o seu não-saber,
E essa consciência do não-saber
O preserva de toda ilusão.



Lao-tsé ( séc VI a.C.), poema 71 do Tao Te Ching

Um comentário:

Zú Leide disse...

Adinha minha amiga, lindo seus poemas e fotos!

tem um recadinhu p/ vc no meu blog, espero q me visites e gostes..bj