8 de dezembro de 2009

http://isabellucio.home.sapo.pt/443780.jpg

Eu sem você não tenho porquê

Porque sem você não sei nem chorar

Sou chama sem luz, jardim sem luar

Luar sem amor, amor sem se dar

Eu sem você sou só desamor

Um barco sem mar, um campo sem flor

Tristeza que vai, tristeza que vem

Sem você, meu amor, eu não sou ninguém...

Um comentário:

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga.

Fique a vontade para utilizar o texto.
Para mim é um presente.

Inspiração sempre para trazer o belo para nós, assim, como o encanto da letra desta canção.