7 de março de 2010

FELIZ DIA INTERNACIONAL DA MULHER!


Muitos sutiãs ainda serão queimados na busca pela cidadania, respeito e liberdade das mulheres. Fomos boazinhas por séculos. Engolíamos tudo e fingíamos não ver nada. Vivíamos no nosso mundinho, rodeadas de panelinhas e nenezinhos, comportadinhas, enquanto íamos alimentando o desejo de virar a mesa.
Viramos. Mas nossa liberdade é parcial. O máximo que conseguimos foi escolher a prisão que queremos viver. Que pode ser um casamento ou a solidão. Um emprego ou uma cidade que não conseguimos abandonar. Enfim, todas as nossas escolhas, incluindo as felizes, implicam em algum confinamento, mas a vida é assim feita de escolhas que nos definem e nos enraízam. Costumamos nos acorrentar também a algumas certezas e pensamentos como forma de dizer ao mundo quem somos..
Pensem, repensem, é permitido voltar atrás. Eu mesma já reprimi meus Eus.
Optei pelas medidas provisórias. E por ser feliz!
(Trechos de Textos de Martha Medeiros – adaptados por Gisélia Aquino – Recife - PE)

2 comentários:

A. disse...

Oie, me chamo Andressa e estou seguindo seu blog.
Muito interessante ele :D
Gostei da idéia do texto. Sim é verdade, nós mulheres ganhamos a liberdade mas ela é parcial. Mas eu me pergunto se existe uma liberdade por inteiro. Acho que não, nem pra nós e nem para os homens.
Cada escolha tem o seu confinamento, mas pelo menos sabemos que tal confinamento foi nós que escolhemos e não algo que nos foi imposto.
Mas sempre existiram aquelas mulheres que iram além do que as outras imaginam ser possivel ir. Que serão revolucionárias e corajozas.
um viva a estas mulheres. Aquelas que sempre irão querer mais.
Mais amor, mais cidadania, mais direitos, mais escolhas, mais LIBERDADE.
beijos

Juliana Pires disse...

Olá! Achei o teu blog no google. Tenha um Feliz Dia Internacional da mulher!

Beijos