9 de junho de 2010


Aceite-me como eu sou. Não venho com garantia...
nem tenho a pretensão de ser alguém perfeito.
Toda a perfeição não posso ter.
Eu sou como você:
sou da espécie humana, sou capaz de errar.
O erro não é falha de caráter e errar faz parte da Natureza Humana.
Eu vivo. Eu sorrio.
Eu também aprendo!

Nenhum comentário: